Não importa o que pensam de mim...

Já se pegou questionando “o que outras pessoas pensam de mim?” ou “o que os outros sentem ao meu lado?” ou ainda,”o que tanto me olham?”...
Eu acho que todos nós já sentimos algo parecido ou já nos questionamos mesmo que seja em uma determinada fase da vida. 
Algo bem interessante sobre isso é que só podemos perceber alguém sem julgamento se fizermos o mesmo conosco! 
Por que é importante o que pessoas estranhas acham de nós? Nem mesmo o que os próximos acham é importante, até pq somos apenas um reflexo deles mesmos, vão enxergar e reconhecer em nós apenas o que existe lá em cada um deles. 
A aceitação, o amor próprio geram espontaneidade e essa verdade clara sem medo de ser mostrada é a maior de todas as belezas! 
Quando falo de beleza é essa que vem de dentro, é a beleza de uma alma leve que promove compaixão nos corações de quem se dispõe a adentrar seu universo. 
Não é um objetivo, mas acontece sim, aqueles que recebem e enxergam um coração vulnerável e verdadeiro passam a amá-lo, seja em qualquer tipo de amor... 
Liberte-se das máscaras resultantes da preocupação do que os outros acham, abra teu coração para a tua própria verdade e para o encontro divino da essência. Assim tua aceitação própria trará a liberdade de poder ser visto, ser notado e mesmo assim, estar totalmente confortável, seguro e feliz dentro de tua casa, de teu corpo e de tua alma. 
Paula Chang


Pages