Autorresponsabilidade



As lições que vamos aprendendo durante a vida são tantas. 
Mas entendermos que as pessoas a nossa volta não tem obrigações conosco é das mais incríveis, pq nos da autorresponsabilidade sobre tudo o que nos acontece e sobre como lidamos conosco perante as dificuldades. 
Sim. Ninguém tem obrigação de te entender, te compreender ou de adivinhar o que se passa aí dentro. Ninguém tem obrigação de te acolher quando precisas e nem mesmo de te dar carinho quando sente-se carente.
Mas o lindo disso tudo é que dentro dessa constatação e dessa descoberta, por vezes dolorosa, aliás, bem dolorosa, é que nós podemos fazer isso por nós. 
Podemos nos abraçar, podemos nos compreender, podemos nos acarinhar, podemos nos amar e trabalhar para ressignificar todas as coisas dentro de nós, basta a permissão do mergulho interno e do tempo dedicado a nós mesmos que isso exige. 
A doce consequência da autorresponsabilidade é a gratidão. Assim, todas as vezes que formos contemplados com carinho, amor, atenção, mimos, compreensão e apoio, nosso coração se encherá de gratidão pelo outro, pela consciência de que nada disso é obrigação e pela paz e alegria de também termos sentido e feito por nós tudo isso antes de outra pessoa. 
O que vem do outro vem como doces presentes e o que vem de nós como cuidado, amor e autoconhecimento. 

Paula Chang 

Pages